ANB INTERNACIONAL: PUTIN MANDA EXPULSAR DIPLOMATAS NORTE-AMERICANOS

Putin manda expulsar diplomatas norte-americanos

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, anunciou nesta sexta-feira planos para expulsar 35 diplomatas americanos do país.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, anunciou nesta sexta-feira(30) planos para expulsar 35 diplomatas americanos do país, em resposta à medida adotada por Washington pela suposta interferência de Moscou nas eleições presidenciais dos Estados Unidos. Na quinta-feira, o mesmo número de diplomatas russos foi expulso de instalações em território americano.

“A reciprocidade é lei diplomática nas relações internacionais. Por isso, propomos ao presidente da Rússia que declare ‘persona non grata’ 31 funcionários da embaixada dos EUA em Moscou e outros quatro do consulado americano em São Petersburgo”, informou Lavrov. O ministro disse ter sugerido a expulsão ao presidente Vladimir Putin, porém, ainda não se sabe se a proposta será aceita.

Resultado de imagem para Putin E OBAMA

QUEDA DE BRAÇO Putin manda expulsar diplomatas norte-americanos

Durante a madrugada, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, afirmou através de redes sociais oficiais que “não há dúvida que que a resposta adequada da Rússia deixará oficiais de Washington igualmente desconfortáveis”. É comum que expulsões de diplomatas sejam respondidas na mesma moeda. Em 2001, o presidente americano George W. Bush expulsou cinquenta diplomatas russos do país por acreditar que se tratavam de espiões. Como resposta, 50 oficiais americanos precisaram deixar a Rússia.

O jornal americano The Washington Post informou que a Casa Branca estuda retaliações à interferência dos russos nas eleições. Entre as medidas que podem ser confirmadas até o fim da semana estão sanções econômicas e censura diplomática. Além disso, o país estaria planejando operações “secretas” cibernéticas contra os russos.

AS INFORMAÇÕES SÃO DA AGÊNCIA ANSA
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE
Famem deu parecer favorável à contratação da Coopmar por prefeituras
Departamento Jurídico da Federação dos Municípios orientou prefeitos, com pareceres apontando para a legalidade da contratação da cooperativa, investigada por suspeita de desvios de R$ 230 milhões.


O Blog do Marco publicou em 14 e dezembro o post “Famem indicava Coopmar a prefeitos alinhados”,  tratando do provável envolvimento da Federação dos Municípios no esquema que, segundo o Ministério Público, desviou mais de R$ 230 milhões em 17 municípios. (Saiba mais aqui)


No mesmo dia, a Famem negou a indicação aos prefeitos, embora tenha admitido que tinha, ela própria, contratos com a Coopmar, cooperativa investigada no esquema. (Releia aqui)

A revelação dos pareceres põe de volta a atual gestão da Famem ao esquema da Coopmar investigado pelo Ministério Público

Mas a resposta foi uma meia-verdade da Famem.


O Blog teve acesso a pelo menos dois pareceres jurídicos da entidade, em que prefeitos são orientados sob a legalidade da contratação da Coopmar.


– A rigor, no termos da Constituição Federal, o serviço público deve ser prestado por servidores públicos efetivos. No entanto, é cabível a transferência da execução dos serviço para entidades que não estejam integradas à administração pública, sem, contudo, retirar o caráter público do serviço, que obrigatoriamente se submetem aos princípios e regras atinentes ao serviço público – diz o parecer da Famem.

Resultado de imagem para gil cutrim  famem

O presidente da Famem, Gil Cutrim: há outros indícios de que a entidade era um dos braços da cooperativa

A revelação dos pareceres põe de volta a atual gestão da Famem ao esquema da Coopmar investigado pelo Ministério Público.


Há outros indícios de que a entidade era um dos braços da cooperativa: relação entre os sócios e diretores da Famem, além do grau de parentesco entre membros da entidade e da cooperativa.


Mas esta é uma outra história…



AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG DO MARCO

EDIÇÃO DE ANB ONLINE
Depois da PEC do Teto, o que acontece com a Saúde no Brasil?
Aprovada no Senado na última terça-feira, a PEC do Teto, proposta pelo governo Temer, que congela salários e investimentos, já foi promulgada pelo Congresso. Veja o que dizem especialistas sobre o futuro da Saúde no Brasil com a vigência da PEC
 
Promulgada na última quinta-feira (15), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita os investimentos em saúde e educação por 20 anos traz uma exigência: o país terá que aprender, com urgência, a definir suas prioridades sob a pena de anos de retrocesso no futuro.